• Notícias
  • Câmara de Miracema repudia Ong e apela pra Justiça
Câmara de Miracema repudia Ong e apela pra Justiça
Publicado em: 24/10/2017 ás 17:01:00 Autor: Mira Jornal Fonte: Mira Jornal

Ainda na sessão desta segunda-feira, 23, a Câmara Municipal da primeira capital do Estado, repudiou as ações da ong com sede em Salvador/BA, Fundação Evangélica Restaurar, contratada pela gestão passada da Prefeitura de Miracema para co-administrar o município. A Ong teria promovido um ‘rombo’ nos cofres públicos e inúmeras dívidas trabalhistas.

De acordo com o presidente Edilson Tavares/PMDB, “Esta ong veio para roubar Miracema, tirar sem pagar tributo”, disse.
Tavares lembrou que na gestão passada, quando vereador, conseguiu com a participação dos colegas de oposição ao Governo Magda Borba, tirar uma das ong’s contratada, a ISIS, mas infelizmente a Restaurar ficou e promoveu um caos financeiro.

De acordo com o presidente, a justiça trabalhista teria bloqueado no último dia 20, recursos do FPM de Miracema, provocando um desastre nas contas da Prefeitura, comprometendo pagamentos de convênios, folha salarial e fornecedores. Tavares lembrou que Moisés sempre pagou os salários dos servidores no último dia útil do mês e receia que o bloqueio de recursos possa comprometer esta ação.
“Nos estamos apelando para a justiça, para parcelar esta dívida, afim de não comprometer o andamento das ações administrativas”. “Reconhecemos os direitos dos servidores, mas é preciso punir os verdadeiros responsáveis e não a população de Miracema”, completou.

Segundo o líder do prefeito na Câmara, vereador Natan Fontes/PMDB, a Fundação Evangélica Restaurar contratava funcionários com altos salários, para não fazerem nada, “e descontava impostos deles e não repassava para os órgãos arrecadadores”. Fontes disse que isso provocou uma avalanche de processos trabalhistas contra a Prefeitura.

Notícias relacionadas